Dar e receber: novos estudantes participam em atividades humanitárias

Terça-feira, Setembro 28, 2021 - 14:58

Este é o 11º ano consecutivo que a Escola Superior de Biotecnologia da Católica no Porto promove junto dos seus novos estudantes um conjunto de atividades de acolhimento centradas no serviço voluntário e subordinadas ao lema “Enquanto alguém estiver mal, todos estamos mal”. Cerca de 65 estudantes recém-ingressados nas licenciaturas foram desafiados a participar na plantação de uma árvore e a ajudar o Banco Alimentar e a Associação Porto Solidário

Esta tradição da faculdade aproveita o arranque do ano letivo para desafiar os seus novos estudantes de licenciatura a participar em atividades que contribuem não só para a integração entre todos e para o estreitar das relações interpessoais como, também, para sensibilizar para o voluntariado.

Margarida Silva, docente da Escola Superior de Biotecnologia e responsável pelo acompanhamento destas atividades, explica que o voluntariado “é uma peça importante neste grande puzzle da equidade” porque “é obrigação de todos contribuir para uma maior justiça distributiva e reduzir a grande distância que separa as camadas mais frágeis da população daquelas que podem exercer o seu direito a estudar na universidade”.

Uma árvore que simboliza os estudantes

Com a construção do novo edifício da Escola Superior de Biotecnologia os novos alunos juntam-se no início de cada ano letivo para plantarem uma árvore que simbolizará o seu percurso na faculdade ao longo das próximas décadas.

À semelhança do que aconteceu nos anos anteriores, a árvore plantada foi votada pelos novos estudantes dentro das várias espécies de citrinos disponíveis no mercado. A árvore plantada foi um limoeiro caviar rosa.

A plantação decorreu no dia 15 de setembro, durante a tarde, no lado poente do Edifício de Biotecnologia, lugar cujo tema de plantação é “citrinos” e onde já se encontram uma laranjeira e um limoeiro. A Escola Superior de Biotecnologia reservou espaço para mais de 20 anos de plantações anuais.

A faculdade incentiva o voluntariado

Foi no dia 22 de setembro que os novos estudantes das licenciaturas em Microbiologia, Bioengenharia e Ciências da Nutrição dedicaram a tarde a atividades de voluntariado no Banco Alimentar e na Associação Porto Solidário. Os estudantes colocaram-se ao serviço das necessidades destas instituições, tendo organizado os donativos alimentares no Banco Alimentar e limpo um espaço exterior na Associação Porto Solidário.

Margarida Silva explica que a faculdade incentiva o voluntariado porque quer que “os seus alunos cresçam como pessoas e não apenas como especialistas”. Apesar de estas atividades iniciais serem pontuais a faculdade pretende que “criem ritmo e que abram caminho para um envolvimento regular.”