Nutrição Humana II

5 ECTs / Semestral / Português

Objetivos e Competências

Consciencializar o aluno para a importância da alimentação na saúde humana, o que envolve a aplicação da ciência e arte de nutrição, ajudando o indivíduo a selecionar e obter alimentos com o objetivo principal de o nutrir na saúde ou na doença. No domínio dos conhecimentos, o estudante deve:

  • Conhecer recomendações nutricionais e suas bases metodológicas; 
  • Caracterizar os vários padrões alimentares; 
  • Reconhecer a nutrição adequada como parte integral da promoção de saúde e prevenção da doença, e que a mortalidade e a morbilidade podem ser significativamente reduzidas através da manipulação de fatores nutricionais, durante o ciclo de vida e em situações fisiológicas particulares; 
  • Reconhecer o papel do nutricionista enquanto especialista a quem se deve recorrer para planear a ingestão nutricional. 

Resultados Expectáveis: Espera-se que os alunos adquiram uma visão global das grandes questões relacionadas com a alimentação e nutrição e aprendam a reconhecer a aplicação desse conhecimento noutras disciplinas dos seus curricula, ou noutras situações que envolvam a Nutrição.

 

Metodologias de ensino

A disciplina está organizada em aulas teóricas e teórico-práticas.
A metodologia a privilegiar nas aulas teóricas é a exposição dos conteúdos programáticos com recurso a apresentações power-point, CD-ROM, vídeos e artigos para discussão. No entanto, sempre que possível, é criado um espaço para que o aluno possa participar de forma dinâmica e interactiva.
Nas aulas teórico-práticas, além da metodologia utilizada nas teóricas, recorre-se à exposição dialogada, análise e resolução de problemas.

Prova escrita (exame) realizada no final do semestre - 70% da nota final
Avaliação contínua - 30% da nota final (apresentação e discussão de um trabalho monográfico e de trabalhos de grupo solicitados no âmbito das aulas teórico-práticas).
Para aprovação á disciplina é necessário obter a classificação mínima de 8 valores no exame final.

 

Conteúdos

AULAS TEÓRICAS E TEÓRICO-PRÁTICAS

  • Alimentação Saudável: Definição. Normas que regem o equilíbrio nutricional. Características do equilíbrio nutricional. Principais relações entre energia e nutrientes. Aportes dietéticos recomendados. Equilíbrio alimentar.
    Dieta Mediterrânea: historia, alimentos básicos, características nutricionais e benefícios para a saúde
  • Alimentação Vegetariana: diferentes tipos de padrões alimentares. Características nutricionais das dietas vegetarianas. Alimentação vegetariana versus alimentação omnívora. Guia alimentar vegetariano. Alimentação vegetariana no ciclo de vida. Proposta de trabalho de grupo. -
  • Alimentação Macrobiótica: Conceito e características nutricionais do regime macrobiótico. Alimentação macrobiótica versus alimentação vegetariana.
  • Outros padrões alimentares: Principais tipos e características das dietas ricas em proteínas e pobres em hidratos de carbono. Prós e contras da utilização deste tipo de dietas para perda de peso.
    Relação entre as dietas populares e a saúde. Proposta de trabalho.
  • Nutrição artificial (entérica e parentérica): Apoio nutricional. Produtos disponíveis. Realimentação progressiva.
    Alimentação modificada para certos problemas temporários.
  • Obesidade: Definição, classificação e prevalência. Tipos de Obesidade. Etiopatogenia da obesidade. Complicações associadas. Tratamento.
  • Diabetes Mellitus. Conceito e classificação. Prevalência global da diabetes. Principais diferenças entre os vários tipos de diabetes. Critérios de diagnóstico. Complicações agudas e crónicas da doença. Objectivos gerais e específicos da terapia nutricional na diabetes. Considerações alimentares e nutricionais para diabéticos.
    Importância do exercício físico no controlo da doença e principais cuidados a ter em conta.
    Medicação: insulina e antidiabéticos orais. Importância da educação do doente diabético. Proposta de trabalho de grupo.
  • Hipertensão Arterial: Conceito e classificação. Prevalência da HTA em Portugal. Factores de risco para HTA.
    Tratamento não farmacológico da HTA: modificações no estilo de vida: considerações alimentares e nutricionais; actividade física. Dieta DASH e dieta mediterrânica no controlo da HTA. Proposta de trabalho de grupo.
  • Patologias relacionadas com deficiências e excessos nutricionais: Nutrição e doenças dos ossos; Anemias; outras situações de excesso / deficiência de minerais e vitaminas.
  • Perturbações cardiovasculares: Antioxidantes e colesterol.
  • Patologia Gastrointestinal: Estudo das doenças que ocorrem em qualquer ponto ao longo do trato gastrointestinal e órgãos anexos.
  • Doença Celíaca: definição, manifestações clínicas, prevalência e tratamento. Guia de alimentos proibidos e permitidos. Proposta de trabalho.
  • Deficiências de enzimas intestinais - deficiência de lactase: conceito, tipos de deficiência, prevalência mundial, fisiopatologia, sintomas e tratamento. Principais diferenças entre intolerância à lactose e alergia às proteínas do leite.
  • Nutrição e Álcool: aspectos digestivos e metabólicos do álcool. Álcool e estado nutricional. Benefícios do consumo moderado de álcool e riscos relacionados com o consumo abusivo.
  • Proposta de realização de trabalhos monográficos para apresentação e discussão.

Docentes

Professor(a) Auxiliar Convidado(a)
1993 Licenciatura Ciências da Nutrição FCNAUP 2011 Mestre Inovação Alimentar ESB-UCP 2016 Doutor Ciências do Consumo Alimentar e Nutrição…