Regras de Funcionamento

1. Atividades 

Durante as atividades não é permitida a utilização de telemóveis e outros equipamentos de comunicação. Não é permitido o consumo de alimentos nas salas de aula.

Nos laboratórios é proibido o consumo de alimentos e bebidas.

2. Conduta

Durante todas as atividades espera-se que os participantes tenham respeito para com os colegas, docentes e toda a equipa. Qualquer comportamento não apropriado terá como consequência o abandono da iniciativa. Nesse caso, o participante não será reembolsado de qualquer valor e não receberá certificado de participação.

É proibido o consumo, posse e distribuição de álcool, tabaco ou qualquer substância ilegal. Nestes casos, o estudante terá que abandonar a iniciativa, não sendo reembolsado de qualquer quantia. Os alunos não devem fotografar ou filmar outros estudantes sem a sua expressa autorização.

3. Transporte

A Católica no Porto assegura o transporte dos participantes nos diversos trajetos associados às atividades. Durante as viagens, os participantes serão acompanhados por monitores e por membros da equipa responsável pelo Programa.

4. Saúde

Cada estudante deverá fazer-se acompanhar do seu Cartão de Cidadão.

Todos os participantes estarão abrangidos por um seguro previsto pelo Artigo 18, do Decreto-Lei nº32/2011, de 07 de março.

Todos os jovens com necessidades de cuidados médicos especiais devem fazer-se acompanhar de prescrição médica para medicação habitual ou outros cuidados a ter. Aquando do processo de inscrição os participantes deverão enviar todas as restrições alimentares que possuem.

Durante o programa, caso o participante não se sinta bem e tenha a necessidade de primeiros socorros deve imediatamente contactar um elemento da equipa da organização que contactará os serviços adequados.

5. Segurança

As atividades previstas nos diferentes Programas são planeadas de forma a serem garantidas as máximas condições de segurança.

Durante as atividades, os estudantes devem seguir todas as instruções de segurança dadas previamente pelos membros da equipa, não tendo uma conduta que possa ter qualquer risco para a sua saúde e segurança e dos outros colegas. A violação das regras de segurança implica o abandono do Programa, não havendo lugar ao reembolso de qualquer quantia.

6. Vestuário

Nas atividades em laboratório os alunos devem usar obrigatoriamente as batas. Os alunos devem trazer bata própria. 

7. Refeições

O almoço será assegurado pela Católica no Porto pelas 13h.

8. Direitos dos participantes

  1. Garantia da confidencialidade da informação fornecida na ficha de inscrição;
  2. Acesso a um seguro previsto pelo Artigo 18, do Decreto-Lei nº32/2011, de 07 de março;
  3. Acompanhamento e apoio durante todas as atividades dos Programas;
  4. Acesso a todas as atividades realizadas consideradas no planeamento;
  5. Utilização de telemóveis ou outros meios de comunicação nos horários livres.

9. Deveres dos participantes

  1. Comportar-se de acordo com as regras estabelecidas;
  2. Fazer-se acompanhar do Cartão de Cidadão durante todas as atividades;
  3. Informar previamente a organização sobre a possível ausência de uma ou mais atividades;
  4. Comportar-se de forma responsável e não danificar qualquer instalação ou propriedade da Universidade Católica Portuguesa, instalações de visitas de estudo, transporte utilizado nas deslocações;
  5. Cada estudante é responsável pelos seus próprios pertences. A organização aconselha todos os participantes a protegerem os seus bens pessoais.
  6. Seguir todas as instruções e orientações transmitidas ou publicadas pela organização do Programa.