Católica debate a transformação da Universidade através da Aprendizagem-Serviço

Quinta-feira, Junho 30, 2022 - 17:13

“Transformar a Universidade através da Aprendizagem-Serviço” foi o nome do evento organizado pela Universidade Católica Portuguesa (UCP), pela Universidad de Deusto e pelo Observatório de Responsabilidade Social e Instituições de Ensino Superior (ORSIES) com o objetivo de discutir e refletir acerca da metodologia de ensino Aprendizagem-Serviço (ApS). Trata-se de uma metodologia de ensino que combina a aprendizagem académica com o serviço à comunidade, de modo a que os estudantes se formem, pessoal e profissionalmente, a partir do trabalho com necessidades reais da comunidade.

O evento realizou-se nos dias 22 e 23 de junho, no Auditório Carvalho Guerra no Porto, no âmbito do programa UNISERVITATE, que promove a ApS no Ensino Superior Católico, do qual a Universidade Católica Portuguesa faz parte, e vem reforçar o projeto CApS– Universidade Católica e Aprendizagem-Serviço: Inovação e Responsabilidade Social, cujo objetivo é institucionalizar e consolidar a metodologia ApS em áreas curriculares específicas, transversais e extracurriculares dentro da Universidade, bem como criar linhas orientadoras para outras instituições de ensino superior que queiram seguir os mesmos passos.

“A Universidade Católica Portuguesa está comprometida com um desígnio que é a ação”

No primeiro dia, durante a manhã, decorreu um encontro com as entidades parceiras do projeto CApS para aprofundar a aprendizagem em ApS. A tarde, dedicada à comunidade da Universidade Católica, contou com a presença e abertura de Isabel Capeloa Gil, reitora da UCP, e, também, com a presença das universidades parceiras do programa UNISERVITATE - Deusto (Bilbao), St Mary’s (Londres), Sacro Cuore (Milão e Roma).

Isabel Capeloa Gil, durante o discurso de abertura, afirmou que “A inquietude como estratégia exige que a universidade se ponha a si própria em causa e se torne estúdio inquieto de transformação para um mundo melhor. E é justamente essa a proposta que a metodologia da Aprendizagem-Serviço inspira a universidade a fazer”. “A Universidade Católica Portuguesa está comprometida com um desígnio que é a ação: assumir a educação como desígnio de ação implicada tendo como objetivo a defesa da Casa Comum”, concluiu.

Docentes e especialistas, puderam fortalecer laços, trocar experiências, refletir, debater e, sobretudo, aprender mais sobre a metodologia ApS e sobre o projeto CApS.

As experiências da aplicação da metodologia ApS

O segundo dia do evento foi organizado em colaboração com o ORSIES e incluiu uma conferência de Andres Peregalli, da Uniservitate, subordinada ao tema: "Transformar a Universidade através da Aprendizagem-Serviço" e uma apresentação sobre "O processo de institucionalização da Aprendizagem-Serviço na Universidade de Deusto", realizada por Almudena Eizaguirre e José Ramón Canedo, da Universidade de Deusto.

No fim do dia, os intervenientes das várias universidades participaram numa mesa redonda onde refletiram sobre Boas Práticas da ApS através dos 4 pilares: Aprendizagem, Serviço, Participação e Reflexão.

Fotografia do o palco do auditório durante o debate

O evento permitiu a troca de experiências e testemunhos que reforçam a importância desta metodologia na transformação positiva das universidades. Alinhada com este princípio, a Universidade Católica Portuguesa avigora a sua missão de transformação da sociedade, orientada para o bem comum.

Fotografia de todos os participantes no palco do auditório