Bolsas e Apoios

Existem múltiplas opções para que todos os alunos ou candidatos empenhados em estudar na Escola Superior de Biotecnologia possam fazê-lo independentemente da sua situação financeira. Também são atribuídos prémios de acordo com o desempenho individual. Abaixo apresentam-se os traços gerais de cada oportunidade.
Para saber mais, iniciar uma candidatura ou simplesmente reunir para avaliar a sua situação deve contactar os serviços de Estudantes e Empregabilidade da Católica no Porto por email (ee.bolsas@porto.ucp.pt) ou telefone (226 196 226).

 

Bolsas Sociais da DGES (Direção-Geral do Ensino Superior)


Estas bolsas são financiadas pelo Governo e estão disponíveis a estudantes de licenciatura ou mestrado com limitações económicas em universidades públicas ou privadas. O processo é regulamentado pelo Despacho respetivo.
As candidaturas têm de ser submetidas entre 25 de junho e 30 de setembro de cada ano, com algumas exceções. Os critérios são complexos e, por isso, os serviços da Católica no Porto apoiam na análise documental e preparação do processo.

 

Bolsas da DGES para Estudantes com Incapacidade


Estudantes com 60% ou mais de incapacidade podem obter bolsa no valor de 100% da propina. O Regulamento prevê um prazo de candidatura desde 25 de junho (para o ano letivo seguinte) até 31 de maio do ano letivo respetivo. O processo é simples e não é competitivo: desde que cumpra os requisitos o estudante tem direito à bolsa.

 

Apoio Social da Universidade Católica Portuguesa no Porto


O apoio pela Católica no Porto é um processo independente do da DGES. Os estudantes podem candidatar-se aos dois e receber ambos em modo complementar. Quando atribuído, o apoio da Católica no Porto consiste num empréstimo sem juros de parte do valor da propina (nunca todo). Este empréstimo tem de ser reembolsado após conclusão da licenciatura ou mestrado. Os interessados devem contactar o serviço de Estudantes e Empregabilidade na primeira oportunidade para preparar a documentação e verificar elegibilidade. A candidatura é submetida em cada ano até ao último dia útil de outubro, salvo certas exceções.

 

Fundo J. B. Fernandes Memorial Trust I


O J. B. Fernandes Memorial Trust I, fundo com fins filantrópicos administrado pela Rockefeller Philanthropy Advisors, atribuiu ao Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa uma doação destinada a cobrir o valor que os alunos com bolsa social teriam de devolver mais tarde. É uma forma de garantir que estes alunos iniciam a sua vida profissional livres de encargos.
A candidatura está incluída na candidatura ao Apoio Social da Universidade Católica e os resultados também são comunicados em simultâneo.


Fundo Alumni para Alunos


Tal como o Fundo J. B. Fernandes Memorial Trust I, o Fundo Alumni para Alunos permite apoiar ainda mais os estudantes que recebem apoio social da Católica Porto. Também não é preciso concorrer.


Benefícios às Famílias


Quando vários elementos do mesmo agregado familiar frequentam ao mesmo tempo licenciaturas e/ou mestrados do Centro Regional do Porto da Universidade Católica é concedido um desconto nas propinas de acordo com Regulamento próprio. Resumidamente: em cada família o 2º aluno tem 25% de desconto e o 3º aluno recebe 50% de desconto nas respetivas propinas. O pedido deste benefício faz-se nos Serviços Académicos durante ou após o período de matrículas em cada ano.

 

Bolsas de Mérito da DGES (Direção-Geral do Ensino Superior)


Estas bolsas são financiadas pelo Governo e atribuídas pelas Universidades, públicas ou privadas. Os alunos com desempenho brilhante são selecionados automaticamente, independentemente da sua capacidade financeira. Não é preciso candidatura. O regulamento está definido neste Despacho, com alterações introduzidas neste outro Despacho.

 

Bolsas de Mérito da Escola Superior de Biotecnologia


Em cada ano a ESB atribui automaticamente aos melhores candidatos e alunos um número limitado de bolsas que premeiam o seu sucesso escolar (para candidatos a atribuição é decidida com base na nota de candidatura). Não é preciso fazer requerimento nem demonstrar necessidade económica. Estas bolsas são regidas por Regulamento próprio e abrangem licenciaturas e mestrados.
 

Prémio Caixa Geral de Depósitos (CGD)


A CGD oferece anualmente 1000€ ao aluno da Escola Superior de Biotecnologia com a melhor classificação no final da licenciatura. A atribuição é automática pelo que não é necessário concorrer.

 

Prémio S. Francisco de Assis


Atribuído pela Venerável Ordem Terceira de São Francisco, este prémio recompensa em cada ano o aluno com melhor média de licenciatura no universo de finalistas da Católica no Porto.

 

Outras Oportunidades


Se sente dificuldades, venha falar connosco. Estudamos cada caso individualmente. Encontramos planos de pagamentos adaptados a cada situação concreta. Também fazemos questão de enquadrar estudantes nas nossas atividades de modo a contribuir para a sua viabilidade económica e apoiar o enriquecimento curricular.