Duas equipas de alunos da ESB são finalistas no Ecotrophelia 2022

Quarta-feira, Junho 22, 2022 - 18:19

O concurso Ecotrophelia distingue produtos alimentares eco-inovadores desenvolvidos por alunos do ensino superior. É um concurso nacional mas com uma componente internacional: os selecionados da Alemanha, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Lituânia, Reino Unido, Roménia e Sérvia, além de Portugal, desafiam-se na finalíssima europeia que este ano terá lugar em outubro em Paris. Em Portugal a competição inclui três prémios monetários (2.000€, 1.000€ e 500€) e vai olhar para os oito grupos finalistas agora anunciados. Desses oito, dois são de alunos do mestrado de engenharia alimentar da ESB. Os restantes são provenientes do Instituto Politécnico do Porto, Universidade do Porto, Universidade de Aveiro, Universidade de Lisboa, Universidade de Coimbra, Universidade do Minho, Instituto Politécnico de Lisboa e Instituto Português de Administração de Marketing.

Nesta sexta edição do concurso a escolha dos oito finalistas partiu de um total de 15 candidaturas onde estiveram envolvidos cerca de 60 alunos das mais variadas instituições de ensino superior do país. Os produtos vão ser apreciados pelo júri no dia 5 de julho no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, num evento que também anunciará os vencedores. Os critérios incluem a inovação, a sustentabilidade, e interesse nutricional e sensorial.

Abaixo encontram as equipas da ESB e seus produtos.

1 - notEggo

Ecotrophelia-ovo-1
Ecotrophelia-ovo-2

O «notEggo» é um substituto vegetal do ovo, com forma e consistência semelhantes a um ovo de galinha. A gema e a clara vegetal podem ser usadas separadamente e oferecem aos consumidores a liberdade de fazer uso da sua criatividade ao construir o seu ovo vegetal. Estes ovos que vêm das plantas trazem consigo a esperança de separar o ovo da galinha e, finalmente, pôr fim à produção em massa e insustentável de um dos alimentos mais conhecidos do mundo.

Elementos do grupo:
 
Beatriz Costa - Licenciada em Biotecnologia pela Universidade de Aveiro e atualmente aluna do Mestrado de Engenharia Alimentar da Universidade Católica Portuguesa. A área alimentar e ambiental são as suas áreas de interesse. Também adora ler um bom livro e aproveitar a Natureza.

Ema Camacho - Estudante da Universidade Católica Portuguesa na área de engenharia alimentar e entusiasta pela química e pela ciência. Apaixonada pelo desporto e por tudo o que a faz sentir-se viva corre em busca da melhor versão de si própria.
 
Lígia Cruz - Natural de Vila do Conde é estudante do Mestrado em Engenharia Alimentar da Escola Superior de Biotecnologia onde também se licenciou em Bioengenharia. É conhecida pela sua espontaneidade, espírito aventureiro e criatividade. Gosta de viajar e é apaixonada pela Natureza.
 

Ecotrophelia-ovo-3

2 - Mealballs

Ecotrophelia-Mealballs-3
Ecotrophelia-Mealballs-2
Ecotrophelia-Mealballs-3

As mealballs são almôndegas de vegetais que incluem farinha de inseto.

Elementos do grupo:

António Pedro Sousa - 21 anos, licenciado em Bioengenharia e estudante do 1º ano do Mestrado em Engenharia Alimentar da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa. Neste projeto é responsável pelo plano de negócios, rentabilidade do projeto e aspetos de sustentabilidade.

Beatriz Maria Gonçalves - 22 anos, licenciada em Bioengenharia e estudante do 1º ano do Mestrado em Engenharia Alimentar da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa. Neste projeto é responsável pelo plano de marketing e estudo regulamentar do produto.

Fernanda Barros - 22 anos, licenciada em Bioengenharia e estudante do 1º ano do Mestrado em Engenharia Alimentar da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa.
Neste projeto é responsável pelo design da embalagem, imagem e marca do produto e pelo estudo do consumidor e análise de mercado. Também faz a gestão das respetivas redes sociais.

Sónia Marques - 23 anos, natural de Viana do Castelo. Licenciada em Tecnologia Alimentar e neste momento aluna do Mestrado em Engenharia Alimentar da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa. Responsável pela elaboração do processo a nível técnico com foco na segurança alimentar.

André Roseiro - 24 anos, natural de Leiria e licenciado em Tecnologia Alimentar. Aluno do 1º ano do Mestrado em Engenharia Alimentar da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa. Neste projeto é líder da equipa, responsável pelo contacto com fornecedores, desenvolvimento e elaboração da embalagem. Orientou também o desenvolvimento da dimensão de sustentabilidade do produto.

Mealballs-Equipa

Boa sorte aos dois grupos!

Próximos Eventos

12
Set
18:30
24
Out
14:00